Métricas de vaidade: o que são e para que servem?

By 19/05/2020 Sem categoria

As métricas de vaidade podem levar o seu negócio a sérios problemas, se não forem observadas a tempo, levando os gestores a uma falsa impressão de sucesso.

Esses números são fundamentais para uma avaliação e tomadas de decisão visando o estabelecimento de novas estratégias.

No entanto, muitas deles não colaboram para uma visão real da situação, maquiando os resultados e causando uma falsa sensação de que o negócio está no caminho certo.

Portanto, é importante definir quais são as métricas que realmente demonstram o andamento dos processos em termos de resultados e aquelas que apenas apontam atitudes simpáticas dos visitantes, mas, que não colaboram de fato com as vendas.

Nesse post vamos apresentar as métricas de vaidade e para que elas servem. Continue lendo e confira!

O que são métricas de vaidade?

As métricas de vaidade são aquelas que trazem números que estabelecem uma satisfação momentânea. No entanto, não significam absolutamente nada em termos de vendas e faturamento.

Um bom exemplo é o contador de curtidas de um post nas redes sociais, que pode agradar a muita gente e apresentar números expressivos. Porém, não significa pedidos e negócios acontecendo.

Uma situação similar é acompanhar os compartilhamentos de conteúdos, que sem dúvida tem valor para a medição de qualidade, mas, se essa ação não se transforma em compras por parte do lead, o número apresentado deixa de ser interessante.

Em resumo, métricas de vaidade podem ser comparadas a shoppings com corredores lotados, onde poucos entram nas lojas para fazerem compras.

Isso significa que ambientes cheios iludem as pessoas a acreditarem em sucesso, quando, na verdade, algo precisa ser feito para que os visitantes entrem nas lojas e comprem.

Para que servem as métricas de vaidade?

As métricas de vaidade podem se transformar em grandes vilãs dos negócios, pois não colaboram com uma visão de resultados efetivos, representando o sucesso ou não de determinadas ações.

Essas métricas confundem os gestores e podem trazer a falsa sensação de êxito, portanto, o ideal é excluí-las dos processos de análise.

É importante compreender que receber curtidas e ter conteúdos compartilhados faz parte do processo para se chegar ao verdadeiro resultado, que precisa ser medido e avaliado.

No entanto, somente esses dados não servem como índices que apontem o sucesso ou fracasso de uma operação de marketing digital.

Conhecendo algumas métricas de vaidade

É preciso conhecer e separar as métricas que colaboram na avaliação dos resultados e as que trazem números pouco relevantes.

Algumas métricas de vaidade que podem levar a erros estratégicos são:

  • likes e curtidas em postagens,
  • número de seguidores nas redes sociais,
  • taxa de cliques que levam o visitante ao site e blog,
  • número de pageviews,
  • downloads de apps,
  • compartilhamento de conteúdos.

Mensurar essas informações pode colaborar em localizar onde está o problema real.

Se números elevados são apresentados nessas métricas de vaidade, mas, os resultados estão aquém do esperado, elas não estão colaborando efetivamente para gerar retorno em vendas.

Isso significa, que acompanhá-las com afinco e tentar melhorar seus resultados, sem se preocupar com os passos que precisam acontecer após esse processo, é iludir-se com algo que não existe.

Concentre-se nas métricas que possam colaborar com os resultados do seu negócio e não se iluda com informações que pouco ajudam. 

Use sua criatividade e trabalhe no que possa lhe trazer resultados efetivos.

Isso não significa que não se possa avaliar as chamadas métricas de vaidade, mas, com o cuidado de saber que muito pouco se pode aproveitar dessas informações. 

Contate a Iguana Agência Digital e saiba como trazer crescimento real para seu negócio através do marketing digital!